Polícia apreende munição de fuzil na Favela Beira-Mar, no Rio

Um dia depois de os governos federal e estadual anunciarem ofensiva nas favelas do Rio contra o crime organizado, a polícia apreendeu três caixas com munição de fuzil de uso das Forças Armadas na Favela Beira-Mar, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A área é reduto de Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. Apenas um suspeito foi detido. A operação envolveu cerca de cem policiais militares. Além da munição, eles encontraram uma farda e uma touca ninja do Exército, munições para revólver e pistola, dez morteiros, um carregador para fuzil e 1700 papelotes de cocaína. Não houve tiroteio.Segundo a polícia, o suspeito, Carlos Antônio Ardoso de Lima, de 29 anos, tinha um caderno com informações sobre movimentações do tráfico na região. O subcomandante do 20º Batalhão (Nova Iguaçu), tenente-coronel Rodolpho Oscar Lírio Filho, disse que novas operações serão realizadas. "Nosso objetivo é prender criminosos e encontrar armas e drogas. Vamos fazer novas operações em outras localidades, se necessário." Ele não quis divulgar datas para não comprometer as investigações.Na favela de Manguinhos, zona norte, policiais civis apreenderam hoje uma moto, um Fiesta, um Gol, um Palio e um Vectra roubados. A placa do Vectra era clonada do carro da atriz Samara Felippo, da Rede Globo. Ninguém foi preso e não houve troca de tiros. A atriz informou que não sabia que seu carro tinha sido clonado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.