Polícia apreende quase 200 animais silvestres

A polícia apreendeu 183 pássaros silvestres, quatro iguanas, dois sagüis e um jabuti durante operação para combater o tráfico de animais neste sábado, em Guarulhos, na Grande São Paulo. A ação começou na ?feira do rolo? do bairro Taboão e terminou à noite. Os animais seriam procedentes da Bahia e do Paraná. Na feira, foram apreendidos 48 pássaros como azulão, cardeal e pássaro preto com o vendedor Edinaldo de Lima Pereira, de 20 anos.Os bichos eram comercializados a R$ 10 e R$ 15, dependendo da espécie. Lima vai responder pelo crime na Justiça e pagará multa de R$ 7.562,12. Se for condenado, pode pegar de 6 meses a um ano de prisão.A partir de denúncias, os policiais seguiram para a casa de Marco Antônio Alves Plácido, de 30 anos, no Jardim Micail. Ele mantinha em cativeiro 120 pássaros silvestres, as iguanas, os sagüis e o jabuti. ?Os animais estavam confinados em sua residência e são produto de tráfico?, disse o sargento Acácio Ramos.A vizinha de Plácido, Miriam Martinez, de 39 anos, também tinha 15 pássaros silvestres em sua casa. Os dois moradores vão ser intimados a responder pelo crime na Justiça. ?É um traço cultural dos brasileiros manter animais silvestres como bichos de estimação, mas isso é crime?, afirmou o sargento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.