Polícia apreende quatro toneladas de fogos de artifício

Um caminhão com quatro toneladas de fogos de artifício foi apreendido por policiais da Divisão de Fiscalização de Armas e Explosivos (Dfae), hoje, na Estrada Rio-Petrópolis, em Imbariê, Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O responsável pelo carregamento, avaliado em R$ 20 mil, Joaquim Teófilo Cardoso, de 51 anos, iria revender o carregamento para camelôs.O diretor da Dfae, Fernando Oséas Vasconcelos, explicou que os fogos de artifício estavam sendo transportados de forma inadequada e sem nota fiscal. Frisou ainda que o destinatário da carga não tinha autorização para trabalhar com a mercadoria."Tanto o proprietário quanto o motorista (Ivan José de Carvalho, de 30 anos) podem pegar de seis meses a dois anos de detenção", contou o diretor da Dfae, um dos comandantes da operação especial de final de ano de busca e apreensão de fogos de artifício. Os infratores foram liberados após prestarem depoimento e serem autuados.Os fogos de artifício vinham da cidade mineira de Santo Antônio do Monte, conhecida por sua especialização na produção deste tipo de material. Após ser detido, o motorista revelou que encontraria com Joaquim Cardoso em Magé, também na Baixada Fluminense. O propietário da carga não resistiu à prisão e confessou que revenderia o material para os ambulantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.