Polícia atrás de outros envolvidos em abuso de menores em Porto Ferreira

A polícia de Porto Ferreira, a 230 quilômetros de São Paulo, continua à procura do presidente da Câmara, Luís César Lanzoni (PTB), do suplente Valter Mafra (PTB) e do empresário José Carlos Terassi, acusados de participação no aliciamento e abuso sexual de meninas entre 11 e 16 anos, em festas organizadas em ranchos e chácaras da cidade. Os cinco vereadores e quatro empresários presos ontem estão na Cadeia de Descalvado. Os vereadores assinaram o pedido de afastamento do cargo, por 30 dias, que será julgado pela Câmara na sessão de segunda-feira, para que os suplentes tomem posse. Os nove acusados estão presos por 30 dias após a decisão da juíza Sueli Juarez Alonso.

Agencia Estado,

22 de agosto de 2003 | 18h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.