Polícia busca 9 pessoas por clone de cartões no Rio de Janeiro

Grupo clonava cartões direto dos caixas eletrônicos e causava prejuízo de até R$ 350 mil por mês

Solange Spigliatti , estadao.com.br

16 de março de 2009 | 10h56

Os policiais da Delegacia de Apoio ao Turista (Deat), com apoio da 13ª DP, de Ipanema, e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), no Rio, estão realizando nesta segunda-feira, 16, a operação "Crédito Fácil" para cumprir nove mandados de prisão e 10 de buscas e apreensão.

 

As equipes estão nos bairros da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Jacarepaguá, Inhaúma, Engenho de Dentro, Caxias, e São João de Meriti.

 

Segundo a polícia, a ação tem como objetivo prender integrantes de uma quadrilha que clona cartões de créditos, após instalações de equipamentos em caixas eletrônicos.

 

De acordo com o delegado Fernando Veloso, a quadrilha instalava em média cinco "chupa cabra", equipamento que faz leitura do cartão magnético, nos terminais eletrônicos, causando prejuízo às instituições financeiras em cerca de R$ 350 mil por mês.

Tudo o que sabemos sobre:
clonagemclone de cartõesfraude

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.