Polícia busca diplomata e 3 chineses após assalto no Rio

Um diplomata vietnamita e três chineses estão desaparecidos desde sábado, após serem vítimas de um assalto na estrada das Paineiras, que dá acesso ao Corcovado, no Rio de Janeiro. Homens fortemente armados, munidos de metralhadoras, abordaram as vítimas, que se encontravam em uma van e em um táxi, num dos locais preferidos por ladrões que atuam em favelas do bairro de Santa Tereza, devido à grande circulação de turistas. Durante o assalto, Vu Thanh Nam teria revelado aos suspeitos ser integrante do corpo diplomático do Vietnã em Brasília. Nam, que trabalha no país desde 2006, segundo a polícia, teria sido levado pelos assaltantes, disseram as vítimas. Os suspeitos roubaram dinheiro, telefones e câmeras digitais dos turistas. "Nós estamos com equipes nas ruas e contamos com a ajuda da Polícia Federal para tentar encontrar o diplomata e os chineses. Por enquanto não há informações novas", disse um policial da Delegacia Anti-sequestro (DAS), que identificou-se apenas como Rogério. A Polícia Militar destacou 60 homens para fazer buscas na estrada das Paineiras. O comandante da Capital da PM, Marcos Jardim, trabalha com a possibilidade de os chineses desaparecidos terem se desesperado com o assalto e fugido para a floresta da Tijuca. O policiamento também foi reforçado na estrada das Paineiras neste domingo, um dia após o assalto. No sábado, o titular da DAS, Leandro Veloso, afirmou que os depoimentos das vítimas que não foram levadas pelos bandidos se mostraram confusos e contraditórios. "Eles estavam muito nervosos e sequer souberam dizer a cor e o modelo dos veículos usados pelos bandidos." (Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

REUTERS

17 Agosto 2008 | 15h54

Mais conteúdo sobre:
CRIME RIO VIETNA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.