Polícia captura Chiquinho Meleca

Apontado como braço-direito do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, Alexsandro Cardoso dos Santos, conhecido como Chiquinho Meleca, foi preso na noite desta segunda-feira com um telefone celular via satélite.O aparelho era utilizado para os dois bandidos se comunicarem, mesmo depois de Beira-Mar ser preso.A Divisão Anti-Seqüestro (DAS) monitorava as ligações entre Chiquinho e Beira-Mar e gravou conversas em que os dois discutiam os negócios da quadrilha no Rio.O telefone encontrado com o bandido, avaliado em R$ 5 mil, é capaz de fazer ligações de qualquer lugar do mundo.Chiquinho foi detido na Ilha do Governador, na zona norte, quando ia encontrar-se com a namorada, que é irmã de outro traficante.Além de comandar os negócios de Beira-Mar no Rio, o bandido é suspeito de ter assassinado dois membros da família Morel, uma das principais produtoras de maconha do Paraguai e adversária de Fernandinho.Segundo o titular da DAS, delegado Fernando Moraes, a prisão foi um duro golpe para o bando. ?Foi quase o fim da quadrilha?, afirmou.Beira-Mar, considerado o maior traficante de drogas do Brasil, foi preso no Paraguai, em abril, e está na carceragem da Polícia Federal em Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.