Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Polícia Civil cumpre mandados de busca em escritórios da Samarco

Operação é realizada em Belo Horizonte e Mariana no dia em que o rompimento da barragem de Fundão completa três meses

Leonardo Augusto, Especial para o Estado

05 de fevereiro de 2016 | 10h08

BELO HORIZONTE - A Polícia Civil de Minas Gerais cumpre na manhã desta sexta-feira, 5, mandados de busca e apreensão nos escritórios da mineradora Samarco em Belo Horizonte e Mariana. Na capital, agentes chegaram à empresa às 7 horas. A Polícia Civil investiga as causas do rompimento da barragem de Fundão, da Samarco, em Mariana, que nesta sexta-feira completa três meses.

Dezessete pessoas morreram na tragédia e duas estão desaparecidas. A mineradora também é investigada pela Polícia Federal, Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual.

O escritório da mineradora em Vitória, no Espírito Santo, também estaria sendo alvo da operação.

Em nota, a Samarco confirmou a operação da Polícia Civil em seus escritórios de Belo Horizonte e Mariana e reiterou que "está colaborando com o trabalho dos policiais, assim como vem fazendo desde o início das investigações das causas do acidente com a barragem de Fundão".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.