Acacio Pinheiro/Agência Brasília
Acacio Pinheiro/Agência Brasília

Polícia Civil do DF prende grupo que induzia pessoas ao suicídio

Quatro pessoas foram presas após investigação no Distrito Federal; buscas foram realizadas em Goiás, São Paulo e Rio. Grupo instigava prática, segundo investigadores

Lauriberto Pompeu, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2021 | 10h55

BRASÍLIA - A Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou uma operação para prender uma quadrilha que estimulava o suicídio em grupos nas redes sociais e aplicativos de mensagem. Quatro pessoas foram presas. 

De acordo com nota divulgada pela PC-DF, foram cumpridos, na quarta-feira, 29, mandados de busca e apreensão em endereços em Goiânia (GO), Aparecida de Goiânia (GO), São Paulo (SP), São Roque (SP) e Rio de Janeiro (RJ). Os policiais realizaram a prisão preventiva dos suspeitos, que foram indiciados.

A ação policial aconteceu após uma jovem de 19 anos, que morava no Paranoá, em Brasília, ter cometido suicídio. Segundo as apurações dos agentes de segurança, a vítima foi induzida a tirar a própria vida por participantes de um grupo na internet. 

A vítima chegou a pedir socorro aos pais após ter ingerido uma substância, foi socorrida em um hospital da região leste da cidade, mas não resistiu, segundo informações do delegado Ricardo Viana, responsável pela operação. 

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a investigação indica que os integrantes do grupo "associaram-se virtualmente, de forma estável e permanente, para instigar e auxiliar pessoas suscetíveis à prática do autoextermínio".

Tudo o que sabemos sobre:
suicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.