Polícia continua buscas a sétimo menino desaparecido em Luziânia

Pedreiro responsável por outras seis mortes foi encontrado morto dentro da cela

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

11 de maio de 2010 | 10h04

A Polícia de Goiás continua as buscas a mais um adolescente desaparecido em Luziânia, onde seis meninos foram assassinados entre o fim do ano passado e janeiro de 2010 pelo pedreiro Adimar de Jesus da Silva.

 

Segundo a Polícia, o adolescente, de 15 anos, está desaparecido desde o dia 20 de março e pode ser mais uma vítima do pedreiro. Durante as buscas aos corpos dos seis adolescentes foram encontrados um par de chinelos e a bermuda do jovem na casa de Adimar. A família já confirmou pertencer a Eric dos Santos os objetos apreendidos.

 

Entre 30 de dezembro do ano passado e 22 de janeiro deste ano, seis jovens, entre 13 e 19 anos, foram mortos pelo pedreiro Adimar Jesus, que confessou os crimes e foi encontrado morto dentro da cela onde estava detido.

 

Polícia Federal

 

A Polícia Federal deve entregar hoje ao delegado Juracy José Pereira da Polícia Civil e ao Ministério Público de Goiás os laudos dos exames de DNA referentes aos seis corpos e fragmentos ósseos encontrados na fazenda Buracão.

 

Com a entrega dos laudos, a PF praticamente finaliza sua atuação no caso, restando apenas um exame de DNA em instrumento apreendido com o suspeito.

Tudo o que sabemos sobre:
LuziâniaGoiásdesaparecidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.