Polícia de Alagoas investiga sumiço de prima de Eloá

Há suspeita de que adolescente esteja sendo mantida sob cárcere privado por ex-namorada da mãe

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias,

04 de março de 2010 | 15h04

A Polícia Civil de Alagoas informou nesta quinta-feira, 4, que está investigando o sumiço de uma adolescente de 15 anos ocorrido há cerca de duas semanas em Maceió. A garota seria prima da jovem Eloá Pimentel, que foi sequestrada e morta pelo ex-namorado Lindemberg Farias em outubro de 2008.

 

De acordo com a polícia, as investigações seguem em sigilo. A suspeita é de que a adolescente esteja sendo mantida sob cárcere privado por uma ex-namorada da mãe dela.

 

Por enquanto, a hipótese de sequestro está descartada pela polícia, já que ainda não houve pedido de resgate ou qualquer contato com a família da adolescente.

Tudo o que sabemos sobre:
caso EloáAlagoas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.