Polícia de Jundiaí esclarece roubo de R$ 1,5 mi em cargas

A Polícia de Jundiaí esclareceu um roubo milionário de bebidas e eletrônicos. No dia 18 de novembro do ano passado, 30 homens armados com fuzis e metralhadoras levaram R$ 1,5 milhão do Atacadista Oliveira, no bairro do Caxambu. Agora, seis homens foram presos, graças a verificação de 8 mil ligações telefônicas realizadas em Jundiaí, Osasco e Carapicuíba, com telefones celulares roubados pelo grupo. O delegado Wilson Ricardo Pituba Peres, do 3º Distrito Policial, revelou que parte da carga foi localizada no Wall Mart de Ribeirão Preto. Agora, a Polícia rastreia os movimentos da quadrilha, para saber onde foram parar os demais produtos. Dois dos presos possuem cerca de 40 folhas de antecedentes criminais. A quadrilha pode estar envolvida em outros roubos a empresas no Estado. Nesta quarta-feira, ainda em Jundiaí, policiais prenderam um, de cinco homens de uma quadrilha que roubou três caminhões da cidade de Salto, em Itu. Eles estavam carregados com tintas, avaliadas em R$ 35 mil em cada caminhão. Um dos motoristas fugiu e avisou a Polícia Rodoviária. Um assaltante foi preso no trevo da Via Anhanguera, no Km 61. Os outros dois caminhões roubados desapareceram e os motoristas abandonados em Itapevi, na Rodovia Castelo Branco, na região de Sorocaba. Em um terceiro caso, o motorista Marcelo Cardoso Donaire, de 32 anos, morador em Louveira, transportava uma carga de frutas para o Pão de Açúcar. Ele foi dominado na Via Anhanguera, em Jundiaí e assassinado com dois tiros de revólver. O caminhão Mercedes Benz placas BWK 9401, branco, foi roubado. Segundo o Sindicato dos Transportadores de Cargas do Estado de São Paulo, em 2003 foram 2.220 roubos no Estado, sendoque a Via Anhanguera registra 155 casos. As empresas passaram a dedicar 15% do seu faturamento em segurança, paracombater a criminalidade.

Agencia Estado,

05 de maio de 2004 | 17h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.