José Patrício/AE
José Patrício/AE

Polícia de MG prende mais três suspeitos de envolvimento no caso Eliza

Administrador do sítio de Bruno está entre os detidos suspeitos de terem participado do crime

Eduardo Kattah, de O Estado de S. Paulo,

09 de julho de 2010 | 18h39

SÃO PAULO- Três suspeitos de estarem envolvidos no desaparecimento de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes, foram presos nesta sexta-feira, 9, e estão sendo levados para o Departamento de Investigações, em Belo Horizonte.

 

Veja também:

linkBruno, Bola e Macarrão decidem não ceder material genético para análise

linkPara psicólogos, caso Bruno ilustra falta de limites

linkGoleiro viu Eliza morrer e cogitou assassinar bebê

linkNa prisão, Bruno fala do plano de jogar no Milan

mais imagens GALERIA - Imagens do desenvolvimento do caso

especialESPECIAL - A cronologia do caso Bruno

 

Segundo a polícia de Minas foram presos: Elenilson Vitor da Silva, que é o administrador do sítio do Bruno, Flávio Caetano de Araújo, o Flavinho, e Wemerson Marques de Souza, conhecido como Coxinha. Ainda segundo a polícia, eles estavam juntos.

 

O goleiro Bruno Souza, o amigo dele Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, e o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos - conhecido como Bola, Paulista ou Neném - são os principais suspeitos do desaparecimento de Eliza Samudio, ocorrido no início de junho e considerada morta pela polícia. Eles estão presos desde quinta-feira à noite na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.