Polícia de Rio Preto investiga morte de rapaz pela PM

A Polícia Civil de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, apura as circunstâncias em que um rapaz de 22 anos foi morto por policiais militares quando furtava fios na zona rural da cidade. Jorge Abrão Tartari foi morto na última terça-feira, 31, com dois tiros, num suposto confronto com os PMs que o perseguiam. A versão da PM é de que Tartari teria fugido ao ver a viatura e, na perseguição, teria disparado contra os policiais, que revidaram. A suposta arma de Tartari e as usadas pelos PMs foram apreendidas para perícia. Outras quatro mortes de jovens, ocorridas neste ano, em supostos confrontos com PMs são investigadas pela polícia de Rio Preto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.