Polícia de Rondônia indicia 23 por confusão em obra na Usina de Jirau

Identificação foi feita através de fotos, filmagens e testemunhas

Priscila Trindade - estadão.com.br,

28 Setembro 2011 | 17h51

SÃO PAULO - A Polícia Civil de Rondônia indiciou 23 trabalhadores da Usina Hidrelétrica de Jirau, em Porto Velho, pela ato de vandalismo no canteiro de obras em março deste ano.

Durante protesto por melhores condições de trabalho, eles atearam fogo em veículos e destruíram instalações. Os funcionários são acusados pelos crimes de dano qualificado, furto, formação de quadrilha e incêndio.

A maioria dos indiciados veio de outros estados e estavam na cidade há aproximadamente 30 dias. Os investigados foram identificados através de fotos, filmagens e relato de testemunhas. Todos estão soltos.

O inquérito, com mais de 12 mil páginas, será remetido ao Ministério Público do Estado para análise. O órgão irá decidir se os funcionários serão denunciados à Justiça.

Mais conteúdo sobre:
Rondônia Usina de Jirau protesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.