Polícia de SP faz concurso para 862 vagas de investigador

A Secretaria de Segurança Pública do Estado abre, a partir de amanhã, concurso público para o preenchimento de 862 vagas de investigador de polícia, sendo 440 delas no Interior de São Paulo nas cidades de São José dos Campos, Campinas, Ribeirão Preto, Bauru, São José do Rio Preto e Sorocaba. As outras oportunidades de trabalho estão distribuídas na Capital (272), Grande São Paulo (150) e Santos (60). O salário para o cargo é de R$ 772,58, mais benefícios como adicionais de insalubridade, abono concedido por lei, auxílio alimentação e gratificação por atividades de polícia (GAP). As inscrições serão aceitas até o dia 21 deste mês e só poderão ser efetuadas via internet nos sites da Nossa Caixa, da Secretaria de Segurança Pública ou da Polícia. O pagamento da taxa de inscrição (R$ 41,22) deve ser feito por meio de boleto bancário. É preciso ter nível superior São exigências do cargo: ter concluído curso de nível superior; ser brasileiro; maior de 18 anos; não ter antecedentes criminais e estar quite com todas as obrigações civis e políticas, além de possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Para consultar o edital completo basta acessar o site da Secretaria de Segurança Pública do Estado, o www.ssp.sp.gov.br. Quem não tiver internet pode obter mais informações nos postos do Poupatempo ou unidades policiais civis de cada região a ser beneficiada com as vagas. Após aprovado, o candidato passará por curso na Academia de Polícia Civil. O concurso será composto de duas fases de provas. A primeira será de múltipla escolha com questões sobre língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais, informática e noções de direito. Os aprovados nesta etapa serão submetidos a uma prova oral, que abordará o mesmo programa da fase anterior porém, abrangendo aspectos teóricos e práticos das disciplinas. Os candidatos aprovados no exame oral serão convocados para a apresentação de títulos, como diploma de pós-graduação e certificados de cursos. Esses documentos servirão apenas para classificação final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.