Polícia de SP prende marginal amigo de Andinho

Policiais militares da ROTA conseguiram prender um marginal ligado ao seqüestrador Andinho, um dos criminosos mais procurados no Estado de São Paulo. O caso aconteceu no final da noite de ontem, na Avenida Ricardo Jafet, zona sul da capital. O Disque-Denúncia recebeu a informação de que o bandido Manuel Alves da Silva, conhecido como "Sasquat", estaria no local, por volta de meia-noite, com uma amiga. "Sasquat" cumpria pena por assalto no presídio de Hortolândia, na região de Campinas, e fugiu de lá há quatro meses.Soldados da ROTA ficaram de vigília na área e prenderam a mulher e "Sasquat". A moça informou aos policiais que, na casa do noivo dela, um homem conhecido como "Val", havia armamento pesado, que normalmente é utilizado em assaltos a carro-forte. Os PMs seguiram para lá, não encontraram o tal de "Val", mas, sim, o irmão dele, Edivaldo Barbosa dos Santos. Com o suspeito, foi apreendida certa quantidade de cocaína, crack, R$ 3 mil em dinheiro e placas de carros.Ele confessou que as placas são clonadas, pertencem a veículos "quentes" e iriam ser colocadas em automóveis roubados para uma ação ousada, possivelmente, o resgate de um marginal conhecido como "Blindado", que está preso na cidade de Iaras, no interior de São Paulo.Os bandidos "Sasquat" e "Val" foram levados para o 83º. Distrito Policial do Parque Bristol, na zona sul, onde a ocorrência foi registrada. "Val" foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e "Sasquat" deverá ser reconduzido ao presídio de Hortolândia, para continuar cumprindo sua pena.Nas conversas com policiais, "Sasquat" contou que chegou a dividir cela com o seqüestrador Andinho, com quem, aliás, já havia conseguido escapar da cadeia antes dessa sua última fuga. Revelou ainda que tem muitas ligações com Andinho e que os dois dominavam o crime na região de Campinas. "Sasquat" relatou também que teria ficado como "responsável pelo setor" de assaltos, pois Andinho preferiu enveredar para a "área" de seqüestros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.