Polícia desarma carro-bomba na Anhanguera

Policiais do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) desativaram os explosivos encontrados no veículo abandonado no quilômetro 91, na Rodovia Anhanguera. De acordo com o delegado Godofredo Bitencourt, do Deic de São Paulo, o veículo tinha como destino a Bolsa de Valores de São Paulo."O explosivo encontrado era do tipo comercial, na verdade uma emulsão explosiva, com cerca de 30 quilos do artefato e com plena capacidade. O cálculo do poder de destruição varia de acordo com o local onde seria instalado, mas, de qualquer jeito, tinha condições perfeitas de destruir o patrimônio, ferir pessoas e até matar. Essa quantidade de explosivo, se colocada próxima a uma coluna, teria capacidade para causar danos talvez até irreversíveis?, afirmou o delegado Marcos de Castro Parra, do Departamento Anti-Bombas, do Deic.A Autoban informa que a pista no sentido São Paulo-Interior, que estava interditada na altura do quilômetro 86, foi liberada ao trânsito às 13h40 e a pista sentido capital, às 13h56, na altura do quilômetro 92, onde estava interditada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.