Polícia desarticula quadrilha de estelionatários

Uma ligação feita feita ao Disque-denúncia, nesta quinta-feira, levou investigadores da Delegacia de Vila Joaniza (80ºDP), na zona Sul da capital paulista, a desbaratar uma quadrilha de adulteradores de cheques que atua em vários Estados. No interior de uma casa, na Rua Calil Abutara, nº 76, foram detidos Maria Angélica Santos da Silva, o irmão dela, André Raimundo Santos da Silva e Ronaldo Oliveira dos Santos. O chefe da quadrilha, José Evanildo Chavez Moura, marido da estelionatária detida, continua foragido."Acreditamos que esses bandidos tenham ramificações em estados como Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro e Bahia, em razão dos cheques e outros documentos que encontramos dentro da casa", disse o investigador Marcelo Augusto.Os policiais apreenderam na residência, que pertence a José Evanildo, 300 cheques (a maioria adulterada), canetas especiais para apagar cheques, computadores, impressora, estiletes, secadores de tinta e diárias de hotéis de Minas Gerais, Goiás e Bahia, em nome de Evanildo. "Muitos destes cheques que encontramos são cheques entregues das mãos de taxistas. Um dos cheques é de uma agência do Banco do Brasil de dentro do Superior Tribunal de Justiça, em Brasília", relatou o investigador. Segundo o policial, a quadrilha transforma, por exemplo, cheques de R$ 15 em R$ 3.500.Uma picape Corsa, com placas da Bahia, sem registro de roubo, foi apreendida na garagem da casa. O trio detido foi indiciado por formação de quadrilha, estelionato e falsificação de documento pelo delegado Willian de Almeida Machi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.