Polícia desarticula quadrilha de estelionatários no Rio

A polícia civil prendeu na última sexta-feira, dia 4, uma quadrilha de estelionatários que agia em estabelecimentos comerciais na região de Campo Grande, no Rio.   O ex-policial militar Alcir Costa, de 37 anos, Miguel dos Santos Generozo, de 50 anos, e Elizete dos Santos, de 48 anos, foram presos em uma loja, na Avenida Cesário de Mello, em Campo Grande, após comprarem mercadorias, no valor de R$ 10 mil, com documentos falsificados.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

06 de fevereiro de 2011 | 13h02

 

De acordo com os agentes, o grupo atuava na região e realizava compras geralmente em lojas de departamento abrindo crediário com nome de terceiros, usando documentos falsificados, como carteira de identidade e cartões de crédito. Após abertura do crediário, a quadrilha comprava mercadorias, atingido valores entre R$ 7 e R$ 10 mil.

 

Durante as investigações, os policiais monitoraram as atividades do grupo e o localizou em um estabelecimento comercial. A quadrilha é suspeita de ter participado de mais de sete golpes em outras lojas.

 

Ao consultarem o banco de dados da polícia, os agentes constataram que Alcir tem anotações criminais por falsificação de documento e receptação; Miguel por lesão corporal; e Elizete por estelionato e falsificação de documento.

Tudo o que sabemos sobre:
crimeRioestelionato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.