Polícia descobre cativeiro e negocia libertação de refém

A Polícia Militar (PM) descobriu na manhã desta quarta-feira, 16, um cativeiro, na favela da Vila Clara, no bairro de Americanópolis, na zona sul de São Paulo, onde um homem continua mantido refém. No local há dois seqüestradores, fortemente armados, inclusive com metralhadoras, segundo informaram policiais. Ainda não se conhece a identidade do refém. Há informações de que seria uma garoto de 16 anos ou um homem de 45.Por volta das 6 horas desta manhã, um carro da PM passou em frente ao cativeiro e, pensando ter sido descoberto, um dos seqüestradores disparou contra os policiais, que revidaram. O homem que abriu fogo contra o carro da polícia morreu e os outros dois seqüestradores ficaram dentro do cativeiro com o refém. A única exigência dos criminosos, segundo a polícia, foi a garantia de vida e a presença de uma equipe de televisão.A Tropa de Choque da PM e o Grupo de Operações Especiais (GOE) assumiram a negociação. Cerca de 30 carros da polícia estão no local, dando apoio para a ação. Às 11h50, o Grupo Especial de Resgate da Polícia Civil chegou ao local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.