Polícia desencadeia megablitz para prender assassino de desembargador

Um efetivo de 50 policiais civis realiza desde a 1h30 da madrugada desta sexta-feira uma megablitz nos arredores e no interior da Favela do Parque Alegria, no bairro do Caju, zona norte Rio, para localizar o responsável pelo morte do desembargador José Maria de Mello Porto, do Tribunal Regional do Trabalho do Rio (TRT-RJ).O desembargador foi assassinato por volta das 19 horas de quinta-feira, vítima de um suposto assalto na Linha Amarela, via expressa que liga o centro do Rio à zona oeste. Segundo o delegado José Renato Torres, subchefe da Polícia Civil do Rio, por meio de informações feitas pelo disque-denúncia, e de outras obtidas com testemunhas do assassinato, o autor dos disparos que mataram o desembargador seria o chefe do tráfico de drogas na região do Parque Alegria. O nome do procurado não foi ainda divulgado pela polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.