Polícia desmonta organização criminosa comandada por presos no RS

A Polícia Civil desmontou uma organização criminosa comandada de dentro das cadeias do Rio Grande do Sul e prendeu 24 pessoas acusadas de receber ordens de presos para cometer crimes.Usando telefones celulares clonados e centrais telefônicas clandestinas, os detentos conseguiam orientar seus parceiros em liberdade para ações como assaltos, seqüestros e distribuição de drogas.A investigação já durava dois meses. A polícia começou buscando um grupo que vendia telefones celulares clonados no Vale do Taquari. Rastreando ligações, chegou à organização, sem nome, comandada por presos de Lajeado, Porto Alegre e Charqueadas.Nas operações dos últimos dias, a polícia também apreendeu 15 armas, 30 celulares e drogas. O delegado Rodrigo Zucco, de Lajeado, disse que a investigação conseguiu evitar dois seqüestros e quatro roubos a banco planejados pela quadrilha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.