Polícia desocupa prédio invadido no centro de São Paulo

Por volta da uma hora desta quarta-feira, 11, a Força Tática da Polícia Militar entrou no prédio invadido por integrantes do Fórum dos Cortiços e Sem-Teto de São Paulo, localizado na Rua João Guimarães Rosa, próximo da Praça Roosevelt, no centro de São Paulo. Os ocupantes deixaram o local pacificamente. Os integrantes do grupo já tinham recebido da liderança do movimento a instrução de deixar o local sem resistência, caso a polícia entrasse no prédio. Ao deixarem o local, as pessoas aplaudiram os policiais e afirmaram que o problema deles é com o governo. Eles disseram que contra as armas, têm as palmas. O edifício do centro de São Paulo foi invadido por volta das 23h40 da terça-feira, 10, por um grupo de 200 pessoas. Cerca de 20 minutos depois, um prédio em Parada de Taipas, na zona oeste, foi invadido por outro grupo. Na seqüência, mais dois prédios foram invadidos em Sapopemba e em Caieiras. Integrantes do movimento também montaram acampamento diante da Caixa Econômica Federal, na Praça da Sé, região central da capital. A onda de protestos contra políticas habitacionais começou em Brasília, em frente ao prédio do Ministério das Cidades, onde manifestantes montaram um acampamento para reivindicar mais dinheiro para a construção de casas para a população de baixa renda. Coordenados pela União Nacional por Moradia Popular (UNMP), cerca de 150 movimentos de moradia prometeram mobilizar 100 mil famílias em dez Estados.

Agencia Estado,

11 Abril 2007 | 01h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.