Polícia divulga retrato falado de estuprador da USP

A polícia divulgou, nesta quinta-feira, 16, o retrato falado do acusado de estuprar uma aluna no campus da Universidade de São Paulo (USP), na zona oeste, no dia 3 de março. A estudante voltou à delegacia na quarta-feira, 15, e descreveu o criminoso. Ele é negro, alto, forte, calvo e tem 1,75 metro. A vítima, uma universitária de 21 anos, foi atacada por volta das 22h30 quando caminhava do Conjunto Residencial da USP (Crusp) para o Centro de Práticas Esportivas (Cepeusp).Após o ataque, ela pediu ajuda aos vigias do Cepeusp que desconfiaram de seu relato. Depois de muita insistência da aluna, os vigias decidiram acionar a Guarda Universitária, que também demorou a registrar a ocorrência. Os guardas ainda a levaram, ferida, para fazer uma ronda para reconhecer o estuprador. Somente uma hora depois, a vítima e uma amiga foram levadas de carro ao 93º DP (Jaguaré). As investigações só foram iniciadas nesta quarta-feira depois que a estudante retornou à delegacia para instaurar o inquérito policial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.