Polícia divulga retratos falados de assassinos de casal

Suspeitos são homem de 22 anos com "corpo de moleque" e jovem gordo de 15

Agencia Estado

02 Julho 2007 | 10h04

A polícia divulgou neste sábado, 30, mais dois retratos falados dos suspeitos de integrar o bando que matou, na última terça-feira, 26, Glauber Alexandre Shiba Paiva, de 37 anos, e sua mulher, Marta Maria Sena de Oliveira, de 30, na frente do filho, de 7 anos, do casal. Quatro pessoas participaram do crime. Nos novos retratos, os suspeitos são descritos como um homem de 22 anos com "corpo de moleque" e um adolescente gordo de 15 anos. Na quinta-feira, a polícia havia divulgado o retrato de um desses suspeitos. O casal foi assassinado ao parar em um semáforo da Rua Alberto Augusto Alves, perto do cruzamento com a Avenida Giovanni Gronchi. Os quatro homens, que, segundo uma testemunha, se passavam por ambulantes, tentaram assaltar o casal, que estava em um Honda Fit. Quando Paiva acelerou para tentar fugir, os homens dispararam. De acordo com a polícia, os criminosos formam uma quadrilha acostumada a roubar motoristas nos semáforos da Giovanni Gronchi. Eles atacavam as vítimas no fim da noite, nos fins de semana e feriados prolongados. Há suspeita de que seriam moradores de favelas da região. O retratos falados foram feitos com base no depoimento de testemunhas e imagens do circuito de segurança de uma empresa próxima do local do crime. "Sabemos que dois atacaram pelo lado do motorista, e outros dois, pelo do passageiro. A câmera não gravou o crime, mas registrou a fuga de dois assaltantes", disse o delegado Flávio Afonso da Costa, da Divisão de Homicídios do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Mais conteúdo sobre:
assassinato Avenida Giovanni Gronchi

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.