Polícia Civil/Divulgação
Polícia Civil/Divulgação

Operação no PR contra facções cumpre 757 mandados de prisão

1.500 homens foram mobilizados em Curitiba, municípios da região metropolitana e outras 72 cidades do interior do Estado

Julio Cesar Lima, Especial para o Estado

17 de dezembro de 2015 | 13h15

CURITIBA - As Polícias Civil e Militar do Paraná cumprem nesta quinta-feira, 17, 757 mandados de prisão e quatro de busca e apreensão em uma grande operação para combater membros de facções criminosas que atuam dentro e fora dos presídios do Estado. No total, 1.500 policiais foram mobilizados para a Operação Alexandria, como foi intitulada a ação. 

Segundo a Polícia Civil, além de Curitiba, municípios da região metropolitana e outras 72 cidades do interior do Estado e em oito unidades prisionais do Paraná também foram alvos da operação, que conta com o suporte do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e do Departamento de Execução Penal do Paraná (Depen).

Além disso, por uma decisão do Poder Judiciário, 237 telefones estão bloqueados e 28 contas bancárias também estão bloqueadas e seus bens, sequestrados.

Também foram interceptadas, com autorização judicial, mais de 30 mil ligações equivalentes a mais de 1,7 mil horas de conversas dos membros da facção e que envolvem doze Estados: Paraná, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Alagoas, Ceará, Goiás, Santa Catarina, Pernambuco, Rio Grande do Norte. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.