Polícia do Rio apreende armas em quentinhas de Bangu

A polícia do Rio apreendeu hoje três pistolas, 60 munições de pistola e um pacote de maconha em caminhão que transportava quentinhas para presos da Casa de Custódia Pedro Melo, no complexo penitenciário de Bangu. O secretário de administração penitenciária, Astério Pereira dos Santos, disse que a informação do transporte das armas nos veículos da empresa De Nadai, de São Paulo, foi fornecida há alguns dias pelo Disque Denúncia.O motorista e o ajudante, cujas identidades não haviam sido divulgadas até o início da noite, foram levados para a 34ª Delegacia Policial, em Bangu, zona norte do Rio, junto com o material apreendido. O major Dayzer Corpas, da Coordenadoria das Casas de Custódia, disse que a De Nadai não deverá ser investigada porque "há alguns anos" presta serviço para a Secretaria de Administração Penitenciária, sem nenhuma ocorrência anterior. "Provavelmente a ação dos funcionários ocorreu a revelia da empresa", disse.Ele afirmou que o lacre dos kits de alimentação estavam rasgados. Obrigatoriamente, deveriam estar lacrados. A apreensão foi feita por policiais do Grupamento Especial de Policiamento do Complexo Penitenciário de Bangu (GEPCPB) no final da tarde de hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.