Polícia do Rio caça Elias Maluco de helicóptero

Policiais civis da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) fizeram neste domingo, com auxílio de um helicóptero, mais uma operação de busca ao traficante Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, desta vez na favela de Vigário Geral, zona norte do Rio de Janeiro. A polícia recebeu denúncia anônima de que o traficante, principal suspeito do assassinato do jornalista Tim Lopes e criminoso mais procurado no Estado, estaria escondido na região.Paz - Pela manhã, cerca de 300 pessoas participaram de ato pela paz em que foi cobrada das autoridades a prisão dos assassinos de Lopes. A caminhada partiu do Jardim do Méier e percorreu toda a Rua Dias da Cruz e teve atividades culturais e de lazer.Drogas e armas - Hoje à tarde, a polícia apreendeu meio quilo de cocaína, uma escopeta e balas de vários calibres apreendidos na gavela do Jacarezinho. Os policiais militares informaram que depois de uma troca de tiros, traficantes do local fugiram e abandonaram o material.Tiros na polícia - Na favela Mandala, em Bonsucesso, uma patrulha da PM foi atingida por tiros e teve o pára-brisa quebrado, mas ninguém ficou ferido.Porta-mala - A polícia identificou como sendo do borracheiro Jailton Alves o corpo encontrado na manhã de hoje dentro do porta-malas de um carro na favela Nova Holanda, também em Bonsucesso. Ele foi morto a tiros. Outros dois carros roubados foram apreendidos no local.Sequestro - Em Niterói, a médica Renata Feitoza escapou hoje de um seqüestro relâmpago. Ela foi abordada por dois menores e levada até o bairro Cem Réis, mas foram surpreendidos pela polícia. Houve troca de tiros e os criminosos foram presos e levados para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.