Polícia do Rio identifica líder do grupo que invadiu Fórum de Bangu

O traficante Leandro Nunes Botelho, conhecido como Scooby, é acusado de ter liderado o bando com dez homens que tentou resgatar dois presos

Clarissa Thomé, O Estado de S. Paulo

01 de novembro de 2013 | 13h00

RIO - A Divisão de Homicídios identificou o criminoso responsável pela tentativa de resgate de dois presos do Fórum de Bangu, na tarde dessa quinta-feira, 31, em que uma criança e um PM morreram. O traficante Leandro Nunes Botelho, conhecido como Scooby, é acusado de ter liderado o grupo de dez homens que tentou retirar os traficantes Alexandre de Melo, o Piolho, e Vanderlan Ramos da Silva, o Chocolate, do Fórum. Eles haviam sido convocados a depor no Fórum. O Disque Denúncia aumentou a recompensa por informações sobre Scooby de R$ de 2 mil para R$ 5 mil.

A PM já prendeu nove suspeitos de ter participado da tentativa de resgate - quatro delas na noite de quinta. Participam da operação policiais do 14.º BPM (Bangu) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Eles estão em sete favelas da zona oeste.

O corpo do menino Kayo da Silva Costa, de 8 anos, foi enterrado na manhã desta sexta-feira. Sobre o caixão, a bandeira do Vasco, time do menino, que jogava futsal no Bangu. Revoltados, amigos e parentes do garoto seguiram para o Fórum de Bangu, onde fazem uma manifestação.

Tudo o que sabemos sobre:
banguriofórum

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.