Polícia do Rio mata 4 traficantes em tiroteio

Quatro traficantes foram mortos, nestas quinta-feira, no Morro da Lagartixa, em Barros Filho, zona norte do Rio, onde um cabo do 9º Batalhão (Rocha Miranda) foi ferido.Já na favela Baixa do Sapateiro, no Complexo da Maré, também na zona norte, outro policial foi atingido por tiros. Um terceiro PM foi vítima de assaltantes de ônibus em Guadalupe, zona norte.O tiroteio no Morro da Lagartixa começou por volta de meio-dia, depois que quatro policiais do 9º BPM, em operação de rotina, suspeitaram de um grupo de 10 pessoas.Os quatro mortos foram identificados pela polícia apenas como Cobrão, Kaeco, JJ e JP. O cabo Edmílson Vieira Cardoso, de 36 anos, atingido na coxa na barriga e no braço direito, foi operado no Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, e está fora de perigo. Dois fuzis, duas pistolas e oito granadas MK2 foram apreendidos.Já o policial baleado na Maré, identificado como Márcio, do 22º Batalhão (Benfica), foi para o Hospital Geral de Bonsucesso.Em Duque de Caxias, Baixada Fluminense, dois homens armados com pistolas invadiram a casa do empresário Cleodir da Conceição Rodrigues, na noite desta quarta-feira. Eles seqüestraram a mulher e a filha do empresário e roubaram R$ 30 mil.As duas foram levadas no carro da família, um Golf vermelho abandonado em Nova Iguaçu, também na Baixada. Testemunhas comunicaram o crime à polícia, que chegou ao empresário por meio da placa do automóvel.Com medo, Rodrigues, que afirmou ter pago o resgate, não queria registrar o caso. As duas mulheres foram libertadas nesta quinta.Na madrugada desta quinta-feira, o corpo de uma mulher não-identificada, morta com vários tiros, foi encontrado na mala do Golf verde, placa KNH 5560, na Rua Leopoldo, no Andaraí, na zona norte da cidade.Policiais da 20ª DP (Vila Isabel) informaram que o carro fora roubado na mesma rua. Recuperado horas depois, o automóvel foi levado para a delegacia, onde o corpo foi encontrado. O cadáver foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML).Também durante a madrugada, duas tenentes da PM foram vítimas de um assalto em Vicente de Carvalho, zona norte. De acordo com policiais do 27ª DP, Mônica Ribeiro Pereira e Simone de Almeida da Silva, que trabalham no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cefap), deixavam a casa de show Olimpo, às 4 horas, na companhia de duas amigas, quando foram abordadas por homens armados, em quatro motocicletas.Sem saber que Mônica e Simone eram policiais, os bandidos as liberaram, levando apenas a proprietária do Gol em que elas estavam.Houve também tiroteios em dois ônibus. Na madrugada, o cobrador Ednaldo Muniz da Silva, de 32 anos, e o passageiro Ruy Barbosa da Costa Júnior, de 20, foram baleados por um homam não-identificado.À tarde, na Avenida Brasil, em outro coletivo, um policial e dois passageiros foram feridos a tiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.