Polícia do Rio prende dois comissários da Varig e um empresário

Dois comissários de bordo da Varig e um empresário paulista foram presos ontem por contrabando de peças de informática. Os comissários desesembarcaram ontem, vindos de Miami, com componentes eletrônicos presos ao corpo. Agentes federais desconfiaram dos funcionários, que foram presos. O empresário Fernando José Cogima foi preso em São Paulo, quando aguardava as peças.O casal de comissários José Francisco Vasconcelos e Maria do Socorro Pereira Rodrigues, ambos de 39 anos, trouxe de Miami 129 peças de informática, entre placas de computador e microprocessadores. Quando foram presos, eles disseram que o equipamento era para ser dividido entre um empresário do Rio e outro de São Paulo.A Polícia Federal conseguiu identificar o empresário paulista, dono da loja Vectrum Eletrônica Indústria e Comércio. Os agentes fizeram Maria do Socorro simular um encontro com Cogima, que foi preso no Aeroporto de Congonhas, quando recebia os equipamentos. Eles podem ser condenados à pena de um a cinco anos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.