Polícia do Rio usa gás para encerrar protesto

Policiais militares dispersaram com bombas de gás lacrimogêneo cerca de mil manifestantes que fechavam a Avenida Presidente Vargas, principal via de acesso ao centro da cidade para quem parte da zona norte. Pelo menos dois dos manifestantes foram presos. Eles protestavam contra a suspensão dos concursos públicos da prefeitura para Guarda Municipal e Agente de Endemias. O trânsito ficou interrompido por uma hora. O clima está tenso no local e comerciantes da Avenida Passos fecharam suas lojas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.