Polícia do Rio vai passar a incluir nome social de travestis e transgêneros

Ação cumpre medida do Estado que permite o direito de uso de nome escolhido em qualquer repartição

Estadão.com.br,

30 Janeiro 2012 | 22h39

SÃO PAULO - A Polícia Civil do Rio de Janeiro anunciou nesta segunda-feira, 30, que a corporação passará a incluir o nome social de travestis e transexuais nos registros de ocorrência das delegacias do Estado.

A medida cumpre com o decreto 43.065, assinado em 8 de julho de 2011, que determina o direito de uso de nome social em qualquer repartição pública do Rio.

A chefe da Polícia Civil, delegada Martha Rocha, recebeu o coordenador do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, Cláudio Nascimento, para celebrar o Dia Nacional da Visibilidade Trans, que ocorreu no dia 29, e anunciaram a medida. De acordo com a delegada, antes do carnaval uma portaria será editada com essa determinação.

Mais conteúdo sobre:
Polícia Rio travesti gays igualdade

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.