Polícia do RN identifica gêmeos responsáveis por estupros coletivos

Além dos irmãos, de 17 anos, um terceiro homem também está envolvido; crimes ocorreram entre 17 de julho e 15 de agosto

Anna Ruth Dantas , O Estado de S. Paulo

20 Agosto 2015 | 12h13

NATAL - A Polícia do Rio Grande do Norte começou a identificar os responsáveis pelos três casos de estupro coletivo que ocorreram em menos de um mês na capital do Estado. Irmãos gêmeos, de 17 anos, foram identificados pelas vítimas como os responsáveis pelos crimes. Além deles, Alexsandro Faustino do Nascimento, de 22 anos, também foi preso. Os três foram detidos no bairro de Felipe Camarão, zona oeste de Natal.

Os três estupros coletivos ocorreram no período de 17 de julho a 15 de agosto. Dois desses casos ocorreram no conjunto San Vale, na zona sul de Natal, e têm em comum a abordagem de casais. 

No primeiro caso, o casal estava em uma moto e os bandidos jogaram um pedaço de madeira na pista, levando os dois a pararem o veículo. Foi quando ocorreu a abordagem e a rendição para o estupro coletivo. 

No segundo caso, os bandidos voltaram a fazer uma armadilha para outro casal que também estava em uma moto. O veículo teve de parar, o homem foi agredido e a mulher, violentada. O terceiro caso aconteceu próximo ao bairro de Felipe Camarão, no local onde os três homens foram presos. No dia 15 de agosto, um casal foi interceptado e a mulher também foi estuprada.

Além do estupro, os crimes têm em comum o fato de que os bandidos também roubavam os pertences das vítimas, incluindo as motocicletas.


Mais conteúdo sobre:
Rio Grande do Norte Violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.