Polícia do RS indicia três por morte de jovem em frente à boate

Crime ocorreu no último dia 6 de junho, quando estudante de 27 anos foi agredido e baleado na cabeça por um segurança do estabelecimento

Priscila Trindade, do estadão.com.br

15 de junho de 2010 | 18h13

SÃO PAULO - A Polícia Civil do Rio Grande do Sul concluiu nesta terça-feira, 15, o inquérito sobre a morte de um jovem assassinado em frente a uma casa noturna em Porto Alegre.

 

No dia 6 de junho deste ano, um estudante de 27 anos foi agredido e baleado na cabeça por um dos segurança do estabelecimento. Ele morreu no local. Outro jovem teve ferimentos graves após ter sido espancado. As vítimas saíram da boate e foram abordadas cerca de 300 metros do local por seguranças da casa. O crime aconteceu depois que os dois amigos se envolveram em uma briga dentro da casa noturna.

 

A Delegacia de Polícia de Investigação de Homicídios e Desaparecidos (DHD) indiciou três suspeitos pelo crime, um por homicídio consumado e dois por homicídio tentado. Ele eles estão dois policiais militares.

 

Durante as investigações, a polícia ouviu o relato de testemunhas e analisou as imagens das câmeras de monitoramento.

Tudo o que sabemos sobre:
RSPorto Alegreboateassassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.