Polícia e MP investigam acidente na Gaviões

Um incidente ocorrido no sambódromo foi parar na polícia e no Ministério Público. Após desfilar pela Gaviões da Fiel, no sábado, a anestesiologista Maria do Socorro Vieira de Sousa Barbosa, de 57 anos, esperava ser retirada de um carro alegórico quando foi arremessada de uma altura de 4 metros.Segundo ela, a causa do acidente foi o helicóptero da TV Globo, que provocou ventania sobre a dispersão e fez o costeiro da destaque principal romper, derrubando Maria do Socorro. "Estou viva por Deus", diz a destaque, que sofreu lesões corporais e quebrou o nariz.O diretor de Carnaval da Gaviões, Sandro Silva Pinto, confirma o relato. "Esse helicóptero foi um transtorno." Já o diretor de Jornalismo da TV Globo em São Paulo, Luiz Cláudio Latgé, diz que a emissora não foi notificada do caso, mas o helicóptero que usa, de empresa terceirizada, respeitou todas as regras do Departamento de Aviação Civil, que proíbe, entre outras coisas, voar sobre multidão ou abaixo de 150 metros. "Essa altura não é suficiente para provocar deslocamento de vento."

Agencia Estado,

07 de março de 2003 | 20h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.