Polícia encontra arsenal de seqüestradores em São Paulo

Agentes da 2ª Delegacia do Patrimônio do Departamento de Investigações Sobre o Crime Organizado (Deic) estourou um arsenal pertencente à quadrilha que seqüestrou as três filhas do presidente da agência de notícias Reuters no Brasil, Ricardo Garcia Diniz, em fevereiro deste ano. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública, o arsenal localizado em uma favela da capital paulista funcionava dentro de um barraco apelidado de "Buraco do Bin Laden". Duas mulheres que tomavam conta do local foram presas em flagrante. A polícia apreendeu armas de diversos calibres, munição, coletes à prova de bala e uma granada. O armamento estava escondido embaixo de uma cama onde dormiam quatro crianças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.