Polícia encontra assaltante ferido no porta-malas de carro roubado

Um assaltante de carros foi preso na manhã desta segunda-feira, quando foi descoberto escondido no porta-malas de um Corsa roubado, ferido com um tiro nas nádegas. Ele estava sendo socorrido por dois comparsas, mas foi abandonado por eles após serem perseguidos pela polícia na Linha Amarela, via expressa que liga a zona norte à zona oeste.O bando de pelo menos três homens passou a madrugada roubando carros na zona norte. O primeiro foi um Gol, que eles trocaram por um Corsa branco, roubado na Rua Pernambuco, no Engenho Novo, às seis horas. Em seguida, eles tentaram roubar outro veículo, mas o motorista reagiu, baleando Leandro Barbosa da Silva, de 18 anos, nas nádegas. Silva foi colocado no porta-malas do Corsa e seus comparsas seguiram em direção à Barra da Tijuca, para levá-lo ao Hospital Municipal Lourenço Jorge. Eles dirigiam em alta velocidade pela Linha Amarela, quando se depararam com um carro do Batalhão de Policiamento de Vias Especiais (BPVE), que já havia recebido aviso sobre o Corsa suspeito.Os criminosos dispararam contra os policiais e houve troca de tiros. Teve início uma perseguição até a entrada da Favela Águia de Ouro, onde o Corsa foi abandonado. A via expressa não chegou a ser interditada, apesar da confusão. O soldado José Dimas de Oliveira, que participou da busca, percebeu que havia uma mancha de sangue no porta-malas e acabou encontrando Leandro da Silva.O rapaz disse que havia sido seqüestrado pelos criminosos e seapresentou como auxiliar de caminhoneiro. Mas ao chegar à delegacia, Silva foi reconhecido pelo motorista do Corsa, Jorge de Souza Júnior, de 26 anos, como um dos homens que o assaltaram. Ele foi atendido no Hospital Lourenço Jorge e ficou preso na 24.ª Delegacia de Polícia (Piedade).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.