Polícia encontra carro roubado em seqüestro de assessora de Genoino

A polícia encontrou nesta quarta-feira, por volta das 8h30, o Marea 2003 blindado de propriedade do diretório nacional do PT que havia sido roubado na segunda-feira à noite por três ladrões que por pouco não seqüestraram o presidente nacional do partido, José Genoino. Os criminosos dominaram a assessora Daniela Farah Antunes, de 31 anos, e o motorista Edson Tadeu Zacharias, de 49, e os mantiveram como reféns por aproximadamente uma hora. Genoino escapou por causa de uma escova de cabelo.Daniela e Zacharias esperavam pelo político ao lado do carro. Estavam estacionados em frente à casa de Genoino, no Butantã, em São Paulo, e iam levá-lo para o estúdio da Rede Cultura, onde o presidente do PT seria entrevistado no programa Roda Viva. Genoino estava no corredor da casa, dirigindo-se para o carro, quando lembrou ter esquecido uma escova de cabelos. Enquanto voltava para apanhá-la, dois dos ladrões abordaram a assessora e o motorista. Além do carro, os bandidos roubaram os cartões bancários e telefones celulares das vítimas.O veículo, que foi encontrado sem danos aparentes, estava estacionado na Rua Amália de Oliveira Vargas, uma travessa da Avenida Heitor Antonio Eiras Garcia, no Butantã. Um morador viu o carro e chamou a Polícia Militar. O local foi cercado a fim de que os peritos do Instituto de Criminalística (IC) pudessem examinar o Marea em buscas de pistas do crime. O principal objetivo era recolher impressões digitais dos ladrões no veículo.O Setor de Investigações Gerais (SIG) da 3ª Delegacia Seccional, que investiga o caso, está rastreando os saques que podem ter sido feitos com os cartões a fim de tentar identificar os assaltantes. Os policiais divulgaram hoje o retrato falado de um dos suspeitos. "Temos algumas pistas e esperamos prender os autores desse crime", afirmou o delegado Dejar Gomes Neto, titular da seccional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.