Polícia encontra carro talvez usado em seqüestro de Olivetto

Foi localizado na noite desta quinta-feira um veículo e várias armas que podem ter sidoutilizados no seqüestro do publicitário Washington Olivetto, emdezembro. O carro foi deixado por dois homens com forte sotaqueespanhol num estacionamento no Itaim-Bibi, zona sul de São Paulo uma hora e meia antes de Olivetto ser localizado no cativeiro.O veículo é uma picape Corsa e, dentro dele, estavamcinco pistolas - quatro de calibre 9 milímetros e uma Colt11.25 mm -, um fuzil Colt M-16, de propriedade do exércitonorte-americano, e um revólver calibre 357. Havia ainda um gorroninja, três gorros comuns, quatro chapéus, três coletes daPolícia Federal e fitas adesivas.A picape - de cor prata, placas CRB 2313/SP, sem queixade roubo - foi deixada no estacionamento Estapark, na AvenidaSão Gabriel, no Itaim-Bibi, no dia 2 de fevereiro, dia dalibertação de Olivetto e prisão de parte da quadrilha.O carro permaneceu no local durante duas semanas além doperíodo pago, sem que ninguém aparecesse no estacionamento parabuscá-lo. Na noite desta quinta, um dos funcionários notou que aporta estava destravada e disse ter visto a ponta de uma dasarmas. O armamento estava espalhado pelo veículo - sob o banco edentro do porta-luvas.Policiais militares da 4ª Companhia do27º Batalhão foram acionados e comunicaram ao 15º DistritoPolicial, no Itaim-Bibi. Entre as coincidências com a quadrilhaque seqüestrou o publicitário, estão os coletes da PolíciaFederal - utilizados pelo bando no dia em que a vítima foi pega,próximo à Avenida Angélica - e os fuzis do exércitonorte-americano.Este tipo de armamento chegou às mãos da FrentePatriótica Manoel Rodrigues - uma das organizações queparticiparam do seqüestro de Olivetto -, em 1986, por ação dogoverno de Cuba. Os fuzis foram abandonados pelos EUA no Vietnã,durante a retirada dos norte-americanos, em 1975.O delegado titular do 15º DP, Elson Alexandre Sayão, acionou a Divisão Anti-Seqüestro (DAS), que vai investigar se oveículo e as armas são os mesmos utilizados no crime. A períciano carro e nas armas foi realizada ainda na madrugada de desta quinta.

Agencia Estado,

19 de abril de 2002 | 23h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.