Polícia encontra corpo em propriedade do irmão de Eike Batista, no Rio

Local é frequentemente invadido por usuários de drogas, afirma PM

Gheisa Lessa, estadão.com.br

06 Julho 2012 | 15h01

SÃO PAULO - A polícia encontrou na noite desta quinta-feira, 5, um corpo no interior de uma propriedade de Dietrich Batista, irmão do empresário Eike Batista. De acordo com a Polícia Militar do Estado, a residência, localizada no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, estava abandonada e era frequentada por usuários de drogas.

A PM recebeu informações do disque-denúncia de que havia uma pessoa morta no interior da casa e foram apurar o fato. Em entrevista ao estadão.com.br, o tenente-coronel do 23º Batalhão da Polícia Militar, Luiz Optávio Lopes, conta que o local é frequentemente invadido por usuários de drogas.

O tenente afirma que a construção está sem cuidados há algum tempo. "O acesso foi muito difícil e a mansão está dominada pelo mato", explica Lopes. Assim que localizaram o corpo, que já estava em estado avançado de decomposição, os agentes do 23º BPC isolaram o local.

As investigações estão concentradas no 15º Distrito Policial e o delegado titular, Fábio Barucke, afirma que os peritos do Instituto Médico Legal (IML) não encontraram marcas de violência no cadáver, identificado como Marcelo dos Santos, de 35 anos. Agentes do DP já entraram em contato com os familiares da vítima.

Mais conteúdo sobre:
homicídio Eike Batista

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.