Polícia encontra maconha em área de assentamento do MST

Droga apreendida estava na mata na região do Lago de Itaipú, na divisa do País com o Paraguai

Evandro Fadel, do Estadão,

29 Setembro 2007 | 19h38

A Polícia Rodoviária Federal  encontrou na sexta-feira, 28, 130 quilos de maconha em uma mata dentro de um assentamento do  Movimento dos Sem-Terra (MST)  em São Miguel do Iguaçu, na divisa do Paraná  com o Paraguai.  Segundo a polícia, a droga foi encontrada após a apreensão de  outros 1.590 quilos de maconha que estavam em um caminhão  que trafegava pela BR-277.   A polícia diz ter desconfiado de  algo quando o motorista do caminhão abandonou o veículo  na estrada que liga o porto de Paranaguá com a cidade de Foz do Iguaçú e saiu correndo para um matagal. Ao vasculhar a carroceria, os policiais encontraram os tabletes de maconha escondidos no meio de sacos de ração.   Na  busca pelo motorista,  os policiais entraram na área do Assentamento Antonio Tavares, antiga Fazenda Mitacoré, onde parte da droga estava  escondida em uma caixa para a criação de abelhas. De acordo com a polícia, parte da  da carroceria do caminhão e sacos de ração da mesma variedade que estava no veículo foram vistos em uma casa. O motorista do caminhão não foi encontrado. A droga apreendida foi  levada para a delegacia da cidade, que investiga se há envolvimento  de alguém do movimento com o caso. O Movimento dos Sem-Terra (MST) declarou neste sábado, 29, que tomou conhecimento da apreensão  por meio da imprensa. A assessoria do movimento reconheceu que há um problema sério no local, por estar às margens do Lago de Itaipú, na divisa com o Paraguai, e que traficantes podem estar usando a mata ciliar da região para atividades irregulares. Um outro carregamento de maconha - de 2,4 toneladas - foi aprendido pela polícia em  Itaipulândia, também às margens do Lago de Itaipu. Policiais militares faziam vistoria e foram ajudados por cães farejadores. A droga estava pronta para ser carregada e ninguém estava próximo do local. Junto havia um fuzil calibre 762 carregado. A droga foi levada para a Polícia Federal.

Mais conteúdo sobre:
MST maconha Paraná

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.