Polícia encontra mais imagens do crime da Estácio

A Polícia Civil do Rio obteve mais cinco minutos de imagens do circuito interno de TV da Universidade Estácio de Sá e agora peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) trabalham em ritmo acelerado para tentar melhorar a qualidade das imagens, a fim de chegar à pessoa que atirou na estudante Luciana de Novaes, em 5 de maio, no pátio da universidade. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, é praticamente certo que os cinco minutos de imagens registrem o instante em que Luciana foi atingida. A Polícia só vai divulgar as imagens depois que elas forem limpas pelos peritos. O chefe da Polícia Civil, delegado Alvaro Lins, deve dar entrevista coletiva hoje, para falar do assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.