Polícia encontra material explosivo em metrô de BH

Uma equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) daPolícia Militar de Minas Gerais recolheu, no início da manhã desta segunda-feira, um material explosivo na Estação São Gabriel do metrô de Belo Horizonte, no bairro Novo Aarão Reis. De acordo com a PM, foram recolhidas duas bisnagas ou "dois quilos de emulsão explosiva a base denitrato de amônia". O material foi encontrado por uma pessoa que mora nas proximidades da estação. Por volta das 7h30, ele levou os explosivos até o setor de segurança do metrô. A PM foi acionada pelo supervisor operacional da CBTU, Ivens Robert Freitas Leite.Segundo o sargento Francis Albert, do esquadrãoanti-bombas do Gate, a principal suspeita é que o material apreendido seja remanescente da obra de construção da estação, finalizada há aproximadamente seis anos.A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) acredita que os explosivos faziam parte do conjunto usado para a abertura do túnel do metrô.Albert observou que os explosivos possuem "um grau bem elevado de destruição". Costumam ser utilizados em minerações, normalmente para arrebentar rochas. Mas só podem ser acionados a partir de um detonador, que não foi encontrado. "Em princípio, não se trata de um evento criminoso", disse. "Faltava um dos elementos para que ocorresse uma explosão".Inquérito Os explosivos foram levados para o 22º Distrito Policial e depois seriam encaminhados para a Delegacia Especializada de Armas, Munição e Explosivos do Departamento Estadual de Operações Especiais (Deoesp) da Polícia Civil. Um inquérito seria instaurado para confirmar a origem do material. Os explosivos seriam periciados. Policiais civis, num primeiro momento, descartaram a hipótese de tentativa de atentado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.