Polícia encontra R$ 3 milhões em esgoto de mansão no Rio

Valor que ainda está sendo contabilizado pelos agentes, chegou a lotar um carrinho utilizado em supermercados

Solange Spigliatti, do estadão.com.br,

20 de dezembro de 2011 | 11h49

SÃO PAULO - Cerca de R$ 3 milhões e notas de euros foram apreendidos na manhã desta terça-feira, 20, durante a continuação da Operação Dedo de Deus, da Polícia Civil, em uma mansão na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade. Segundo a polícia, o dinheiro foi encontrado em várias partes da casa, como esgoto, ralos e privadas. O montante chegou a lotar um carrinho de supermercado. O valor ainda está sendo contabilizado.

O mandado de busca e apreensão estava sendo cumprido na casa de Adilson, tio de Helinho, que é ligado à Escola de Samba Grande Rio e estava sendo procurado durante a operação na semana passada, segundo a polícia.

Durante a Operação Dedo de Deus, 44 pessoas foram presas, entre elas ex-prefeito de Teresópolis Mário Tricano. A polícia apreendeu R$ 517 mil em espécie, joias e carros de luxo, entre eles um Cadillac. Além do Rio, prisões ocorreram na Bahia, Pernambuco e Maranhão.

Texto atualizado às 13h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.