Polícia encontra revolver e celular em presídio do TO

Operação Pente Fino vasculhou celas dos presos em busca de objetos suspeitos; também foram encontradas drogas e cordas de fabricação artesanal

Pedro da Rocha, Central de Notícias

02 de fevereiro de 2011 | 20h10

SÃO PAULO - Na Operação Pente Fino, realizada na manhã desta quarta-feira, 2, na Casa de Prisão Provisória de Palmas, policias vasculharam as celas dos presos em busca de objetos suspeitos. Foram recolhidos diversos chuços, cordas de fabricação artesanal, dois celulares, seis chips de celular, 1 carregador, quatro reais em dinheiro e drogas. E ainda na madruga de domingo para segunda uma arma calibre 38 com seis munições.

 

A Operação durou quatro horas. A ação teve a participação da Polícia Militar, Policiais Civis, Agentes Prisionais e apoio aéreo do helicóptero da Segurança Pública.

 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública esse tipo de operação nos presídios será rotineira para impedir que os presos disponham de meios para rebeliões ou tentativas de fugas.

Tudo o que sabemos sobre:
TOpresídioarmacelularPalmas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.