Polícia encontra túnel clandestino no Morro da Mangueira, no Rio

Túnel, supostamente é usado como rota de fuga de traficantes, foi descoberto durante operação

Tiago Rogero , estadão.com.br

19 de maio de 2011 | 13h15

RIO - Um túnel de 200 metros de comprimento, supostamente usado como rota de fuga por traficantes, foi encontrado por policiais militares durante operação na manhã desta quinta-feira, 19, no Morro da Mangueira, na zona norte do Rio. Participaram da ação, coordenada pelo 4º BPM (São Cristóvão), 115 militares de oito unidades, entre elas o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

Segundo o comandante do 4º BPM, coronel Vinícius Melo, os policiais chegaram à comunidade com 25 mandados de prisão, porém nenhum deles foi cumprido. O comandante descarta a possibilidade de que informações sobre a operação tenham vazado. "É difícil encontrar o criminoso no endereço que consta nos mandados, que seria a casa dele. Quando o traficante sabe que está sendo procurado, dificilmente vai permanecer nesses locais", disse.

O túnel foi encontrado nos fundos de uma fábrica desativada na rua Visconde de Niterói. Dentro dele, os policiais descobriram instalações elétricas, barracas de camping e um fuzil calibre 30. Segundo Melo, "tudo indica que traficantes usavam o túnel como rota de fuga e também para armazenamento de drogas e armas".

Um homem foi preso com uma pistola calibre 380 e cerca de 20 tabletes de maconha foram apreendidas. O detido e o material foram encaminhados à 17 ª DP (São Cristóvão). Segundo a polícia, não houve troca de tiros e ninguém ficou ferido.

Prisão. Em Madureira, também na zona norte, um homem foi preso com uma pistola calibre 9mm durante operação de policiais do 41º BPM (Irajá) no Morro do Cajueiro. Segundo a polícia, o suspeito, identificado apenas como "Marcola", seria o segundo na hierarquia do tráfico de drogas na comunidade.

 

Atualizada às 14h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.