Polícia encontra vestígios de sangue em caminhonete e sítio do goleiro Bruno

Reagente apontou manchas em peças achadas no veículo e imóvel; material será periciado

Fabiana Marchezi e Priscila Trindade, da Central de Notícias

29 de junho de 2010 | 15h52

SÃO PAULO - A Polícia Civil de Minas confirmou na tarde desta terça-feira, 29, que foram encontrados vestígios de sangue durante a perícia na caminhonete Range Rover do goleiro Bruno, do Flamengo. Durante buscas realizadas ontem no sítio do jogador, também foram identificadas manchas de sangue em objetos do imóvel.

 

Veja também:

linkEstudante sonhava em ser modelo e viver em SP

link'Tenho certeza de que ele mandou matar', diz pai

linkBruno Fernandes: 'Ainda vou rir disso tudo'

 

As vistorias fazem parte das investigações sobre o desaparecimento de Eliza Samudio, de 25 anos, ex-namorada que diz ter um filho de 4 meses com o goleiro Bruno.

 

O reagente luminol detectou manchas de sangue em algumas das peças encontradas dentro do veículo e no sítio. O resultado do exame para saber de quem é o sangue deve sair nos próximos dias.

 

A caminhonete, emplacada no Rio de Janeiro, foi apreendida no último dia 9 durante uma blitz da Polícia Militar em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

 

Segundo informações do delegado do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa da Polícia de Minas Gerais (DHPP-MG), Edson Moreira, o carro era dirigido por um segurança de Bruno e foi apreendido por estar com o licenciamento vencido.

 

Texto atualizado às 17h05.

Tudo o que sabemos sobre:
Bruno FernandesRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.