Polícia estoura cassino nos Jardins

Cerca de 40 pessoas estavam no local; 60 máquinas foram apreendidas

DANIELA DO CANTO, O Estadao de S.Paulo

07 Fevereiro 2009 | 00h00

Uma casa de jogos clandestina foi estourada na madrugada de ontem na Rua Atlântica, no Jardim América, região dos Jardins, área nobre da zona sul de São Paulo. Segundo a Polícia Militar, pelo menos 60 máquinas caça-níqueis foram apreendidas no imóvel que contava com um sofisticado sistema de monitoramento por câmeras. Funcionários e jogadores foram levados para o 15º DP (Itaim Bibi), onde prestaram depoimento e foram liberados. Segundo a Assessoria de Imprensa da Secretaria da Segurança Pública, os policiais militares da 3ª Companhia do 23º Batalhão foram avisados por um atendente do Centro de Operações da PM (Copom) para atender a uma ocorrência de roubo. No endereço indicado, eles viram os vigilantes da rua, que estranhavam a atitude de dois homens na frente de uma das casas. Quando os policiais se aproximaram, um táxi encostou e os passageiros explicaram que eram seguranças do local, e não havia nenhum roubo. Os policiais receberam a permissão para entrar na casa e encontraram os caça-níqueis. Havia um grupo de cerca de 40 jogadores, com idade entre 35 e 60 anos. Foram apreendidos R$ 1.070. Segundo a polícia, a casa de jogos teria sido inaugurada naquele dia. Um segurança ficava do lado de fora e era o responsável por controlar a entrada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.